Logos capa curso.gif

Capacitação de Jovens Ativistas pelo Trabalho Decente

Sobre

Em cada cantinho da Bahia existem jovens que acreditam na possibilidade de um mundo melhor. Existem jovens ativistas, jovens líderes de comunidade e de bairros, jovens que constroem lutas feministas, LGBTQI+, jovens que combatem o racismo, pessoas com deficiência, indígenas, quilombolas, que defendem a agricultura familiar e várias questões e demandas que visam melhorar em algum aspecto nossa sociedade.

As questões abordadas por diferentes lideranças, gestores e cidadãos serão tratadas aqui sob o olhar do Trabalho Decente. Isso mesmo! O TRABALHO DECENTE, é aquele trabalho que dá dignidade ao individuo para fazer seu corre, ganhar seu salário de forma justa e com todos os seus direitos trabalhistas garantidos. Porque ter condições de vida digna para estar numa sociedade é um direito assegurado por lei.

No curso você vai encontrar várias propostas de disciplinas como conceito de trabalho decente, comunicação, como fazer projeto para edital, descomplicando as finanças para seu empreendimento e vida pessoal, democracia, ser jovem ativistas e várias outras temáticas que podem lhe ajudar, ajudar sua organização ou empresa a organizar-se.

Então, se ligue! Temos várias opções de disciplinas divididas em QUATRO CICLOS. No primeiro ciclo você precisa escolher pelo menos UMA OBRIGATÓRIA, e as demais disciplinas você pode escolher de acordo com sua demanda ou afinidade. Você monta seu curso como desejar e acessa no momento do seu dia que puder, só temos três regras:

1. Para você ser certificado precisa fazer 160 horas do curso, isso quer dizer que você precisa escolher no mínimo QUATRO disciplinas. Ah! Seu certificado será pela Universidade Federal da Bahia.

2. Lembre que UMA DISCIPLINA é obrigatória: a do primeiro ciclo.

3. Fique em alerta aos prazos de estudo e realização das avaliações.

 

No mais? Vem com a gente!

Din é uma escolha popular em sites de negócios e tecnologia. É uma boa fonte para títulos de páginas com impacto.

 

EMENTAS

 
noticias.jpg

EIXO I – Trabalho na Sociedade Brasileira Contemporânea e o compromisso da OIT com o Trabalho Decente

Juventude, Trabalho e a UBERIZAÇÃO no Brasil

A disciplina propõe tratar da temática da juventude a partir das transformações do mundo do trabalho geradas pela economia de plataforma e ocupações uberizadas. A partir de uma abordagem estrutural, a disciplina tratará de quatro eixos: O primeiro trará dados empíricos da inserção laboral dos jovens na Bahia, no Brasil e no mundo; O segundo tratará da interseção dos temas juventude, classe e o subdesenvolvimento brasileiro (Centralidade no mundo do trabalho); o terceiro eixo apresentará a inserção dos jovens no mundo do trabalho a partir das novas tecnologias e da economia de plataforma; e o quarto trará a agenda de trabalho decente.

WHAT PEOPLE SAY

“Testimonials work great. Showing your reviews in quotes has a powerful effect on customers and makes them more likely to trust you.” 

revista.jpg

EIXO II – As Juventudes e o Mundo do Trabalho no Século XXI: Inclusão com Dignidade

Sustentabilidade e o mundo do trabalho: geração de emprego e renda respeitando a natureza e os povos e comunidades tradicionais

Professora: Karen Castelli

Sustentabilidade: Conceitos, princípios e desenvolvimento ambiental. Comunidades tradicionais e métodos de utilização do meio ambiente. As relações entre as comunidades tradicionais e a sustentabilidade. Agroecologia como estratégias de desenvolvimento sustentável. Experiências de desenvolvimento sustentável como estratégia de empoderamento e senso de pertencimento das comunidades no Brasil e na Bahia.

WHAT PEOPLE SAY

memoria.jpg

EIXO III - Trabalho Cooperativo, Associativismo e Geração de Renda

Juventude agricultora e o Associativismo

Contexto histórico e sociocultural da agricultura com ênfase na agricultura familiar. A importância da juventude para sua coexistência e o associativismo como estruturante para sua manutenção e consequente fortalecimento. Processo de socialização de territórios nas ações práticas das comunidades indígenas; Processo de socialização de territórios nas ações práticas das comunidades de povos tradicionais; Diversidade sociocultural no rural brasileiro; Lutas pelo acesso à terra e defesa dos territórios;  Agroecologia e soberania alimentar; Popularização do consumo do alimento agroecológico e orgânico como estratégia da manutenção da saúde; Juventudes, relações de trabalho e sucessão rural;  Valorização e afirmação do trabalho feminino na agricultura familiar; Associativismo e cooperativismo como estruturante para a manutenção da agricultura familiar;  Acesso a saúde  e a educação como direito.

WHAT PEOPLE SAY

pesquisa.jpg

EIXO IV - Juventudes, Diálogo Social, Participação, Políticas Públicas E Trabalho

Juventudes Trabalhadoras e Ação Sindical no Brasil

Professora: Luiza Bezerra

A conjuntura atual de crise econômica e os impactos na classe trabalhadora, com ênfase na juventude trabalhadora. Ação sindical no Brasil e seu entrelaçamento com as lutas das juventudes, analisando as dificuldades e potencialidades desse encontro. Diferentes experiências sindicais juvenis no Brasil e no mundo e as possíveis formas de ação sindical a ser desenvolvida pela juventude.

WHAT PEOPLE SAY

 

Faça sua Inscrição

Site feito por Eder Bronson @2018